Bolívia: Brasil se compromete a aumentar compra de gás

O ministro de Planificação do Desenvolvimento da Bolívia, Carlos Villegas, disse que na reunião que teve hoje com o ministro das Minas e Energia, Edison Lobão, o governo brasileiro se comprometeu a aumentar o volume de compra de gás da Bolívia em relação aos atuais 19 milhões de metros cúbicos diários. Nesta semana, Lobão anunciou que as compras de gás boliviano foram reduzidas de 30 milhões de metros cúbicos diários para 19 milhões de metros cúbicos diários. Villegas, entretanto, não informou qual foi o volume acertado entre as partes, mas disse que "foi um incremento significativo" em relação aos atuais 19 milhões de metros cúbicos. Segundo Villegas, não haverá alteração no preço do gás pago pelo Brasil.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.