coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Bolívia não cumprirá exportação de gás para Argentina

A Bolívia não poderá cumprir o contrato que fez com a Argentina de exportar 27,7 milhões de metros cúbicos diários de gás a partir de 2010, de acordo com informação do governo boliviano.Segundo o ministro de Hidrocarbonetos, Carlos Villegas, o contrato firmado no ano passado permite esta possibilidade. Ele disse que desde 2007 a Bolívia está entregando gás gradualmente para a Argentina. Foram 4,85 milhões de metros cúbicos diários em 2008, e, segundo ele, a expectativa é de entregar 7,7 milhões em 2009 e 16,6 milhões em 2010, podendo chegar aos 27,7 milhões. Villegas ressaltou, porém, que a Bolívia está empenhada em aumentar os investimentos e a produção de gás, mas isto leva tempo e ele não quer gerar falsas expectativas. Ele explicou que o governo boliviano reduziu seus envios de gás para a Argentina em agosto para atender a demanda brasileira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.