Bolívia quer nacionalizar setor de recursos naturais

O presidente da Bolívia, Evo Morales, sinalizou neste domingo que poderá nacionalizar todas as indústrias que trabalham com recursos naturais. Morales já nacionalizou empresas de telecomunicações. Ele disse que serviços como eletricidade, água e telecomunicações nunca deveriam estar nas mãos de empresas privadas.

AE, Agencia Estado

03 de junho de 2012 | 19h28

O presidente disse que os recursos naturais tem que estar nas mãos das pessoas "através da administração do Estado". Ele afirmou que desde que o governo assumiu a indústria de telecomunicações em seu mandato, a cobertura se expandiu para áreas rurais que nunca haviam sido conectadas.

A Bolívia, que agora é uma das principais fontes de lítio, utilizado para produção de baterias para carros elétricos e laptops, é um aliado importante do presidente da Venezuela, Hugo Chavez, e o principal líder de esqueda da América Latina. Morales tem imitado a política de Chavez de nacionalizar empresas consideradas estratégicas. Em maio, ele nacionalizou a companhia espanhola Red Eletrica. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.