Renda extra

Fabrizio Gueratto: 8 maneiras de ganhar até R$ 4 mil por mês

Bolívia reduz envio de gás para Comgás e Argentina

Menos de uma semana após anunciar o corte no fornecimento de gás à térmica de Cuiabá, a Bolívia decidiu reduzir as exportações para a Argentina e para a distribuidora paulista Comgás. Segundo o presidente da estatal boliviana YPFB, Guillermo Aruquipa, a redução das vendas se deve a paradas para manutenção em poços produtores. A medida reflete as crescentes dificuldades enfrentadas pela Bolívia para cumprir contratos no exterior.Segundo Aruquipa, a Argentina terá redução de 40% no volume, passando dos atuais 7,7 milhões para 4,6 milhões de metros cúbicos por dia, nível mínimo previsto em contrato. A Comgás perderá cerca de 600 mil metros cúbicos por mês, encomendados pela britânica BG, uma de suas controladoras. O volume representa cerca de 5% do todo o gás contratado pela distribuidora - o restante é fornecido pela Petrobras. As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.