Estadão
Estadão

finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Em último pregão do ano, investidor embolsa lucros e Bolsa passa a cair

Dólar acompanha tendência internacional e também opera em baixa, pouco acima de R$ 4

Silvana Rocha, O Estado de S.Paulo

30 de dezembro de 2019 | 10h54

O último dia de negócios do ano na Bolsa brasileira é marcado por baixa liquidez. O Ibovespa, principal índice do mercado de ações nacional, começou o dia em alta, mas se rendeu ao sinal vindo negativo de Nova York e exibia leve queda por volta das 13h, mas ainda mantendo a posição na casa de 116 mil pontos. Qualquer que seja o rumo desta segunda-feira, 30, a bolsa brasileira caminha para terminar 2019 com alta superior a 30%.

Em linha com o exterior, o dólar experimenta mais um pregão de baixa. A moeda americana iniciou a tarde desta segunda-feira perto das mínimas, a R$ 4,02. O enxuto noticiário é favorável ao risco dos mercados emergentes, com destaque para a informação de que o principal negociador da China, Liu He, visitará Washington para assinar o acordo comercial "fase 1" nesta semana.

Mesmo assim, os investidores norte-americanos aproveitam a segunda-feira – penúltimo pregão do ano no país – para embolsarem lucros recentes, depois de todos os índices terem batido recordes recentemente, acumulando ganhos expressivos, de mais de 20%, no ano.

Para o operador da Correparti, Guilherme França Esquelbek, o ajuste de baixa do dólar ante o real está em linha com a persistente desvalorização do dólar ante divisas rivais – pela terceira sessão seguida – e moedas emergentes ligadas a commodities no exterior.

Por fim, os juros futuros acompanham o dólar, com viés de baixa. Sem perspectiva de alteração da Selic em 2020, conforme o relatório Focus divulgado pela manhã, e com o resultado fiscal um pouco abaixo da média do Projeções Broadcast, mas dentro do intervalo das estimativas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.