BOLSA ÁSIA-Ações sobem após comentário de Merkel aliviar nervosismo

As ações asiáticas se firmaram nesta sexta-feira, uma vez que a chanceler alemã Angela Merkel expressou apoio aos esforços do Banco Central Europeu (BCE) para conter a crise da dívida na zona do euro, acalmando os ânimos dos investidores e fazendo com que alocassem seu capital em títulos mais arriscados.

Reuters

17 de agosto de 2012 | 08h18

Às 7h59 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão subia 0,06 por cento, com 427 pontos, e parecia encaminhar-se para uma perda semanal de cerca de 0,1 por cento. A média de ações Nikkei do Japão subiu 0,77 por cento.

Merkel disse que as declarações do presidente do BCE, Mario Draghi, de que faria o que fosse preciso para salvar o euro e levantando a perspectiva de compra de títulos de países endividados como Espanha e Itália, estavam completamente "em linha" com a abordagem assumida pelos líderes europeus. Ela também pediu por uma rápida integração da política fiscal da Europa, dizendo que o tempo estava se acabando.

"Os comentários de Merkel deram ao mercado alguma esperança e aqueles que estavam procurando por oportunidades para comprar, fizeram isso", disse um operador baseado em Xangai.

A bolsa de Cingapura teve variação negativa de 0,03 por cento, a 3.062 pontos; Taiwan caiu 0,3 por cento, enquanto Hong Kong subiu 0,77 por cento. O índice referencial de Xangai ganhou 0,13 por cento e Sydney avançou 0,92 por cento.

(Reportagem de Chikako Mogi; Reportagem adicional de Clement Tan, em Hong Kong, e Carrie Ho, em Xangai

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAASIAFECHA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.