Dario Oliveira|Estadão
Dario Oliveira|Estadão

Bolsa atinge 70 mil pontos com anúncio de privatização da Eletrobrás

Ações ON da estatal marcam alta de mais de 35% no fim da manhã

Luciana Antonello Xavier, O Estado de S.Paulo

22 Agosto 2017 | 11h55

A notícia de que o governo vai privatizar a Eletrobrás impulsiona os mercados locais nesta terça-feira (22), colocando dólar e juros em baixa, enquanto a B3 superava os 70 mil pontos há pouco, com as ações ON da estatal em alta de mais de 35%. Os papéis da Petrobras, Vale e siderúrgicas também subiam.

É a primeira vez desde 2011 que o Ibovespa marca mais de 70 mil pontos durante o pregão (intraday). O bom humor no exterior, com bolsas em alta em Nova York e na Europa, reforça o ambiente interno positivo.

O secretário-executivo de Minas e Energia, Paulo Pedrosa, confirmou há pouco que a União deixará o controle da Eletrobrás. “Trata-se mesmo de uma privatização. A União passará a ter uma participação inferior ao controle na empresa”, afirmou.

O presidente da Eletrobrás, Wilson Ferreira Junior, disse que os funcionários da empresa são celetistas e não podem ser demitidos sem custos, a não ser em casos de justa causa. "Fizemos um programa recente de aposentadoria voluntária, que teve adesão de 2.100 funcionários. E vamos oferecer um novo pacote de demissão voluntária no fim do ano", afirmou.

Às 11h26, o Ibovespa subia 2,00%, aos 70.008 pontos (máxima de 70.095 pontos). O dólar à vista no balcão tinha queda de 0,60%, a R$ 3,1512. O DI para janeiro de 2021 estava em 9,43%, de 9,52% no ajuste anterior. Em Nova York, o Dow Jones tinha alta de 0,55%. 

Mais conteúdo sobre:
Bolsa de Valores Eletrobrás

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.