Estadão
Estadão

carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bolsa brasileira opera em alta no primeiro pregão de 2020

Principal índice da B3, o Ibovespa se aproxima de 118 mil pontos

Maria Regina Silva e Cristian Favaro, O Estado de S.Paulo

02 de janeiro de 2020 | 11h03

O Ibovespa, principal índice da Bolsa paulista, a B3, avança acima dos 116 mil pontos no início do primeiro pregão de 2020, renovando máximas, com a maioria dos ativos subindo, acompanhando o bom humor externo. Por volta das 12h desta quinta-feira, 2, tinha valorização de 1,9%, aos 117.846 pontos. 

Os papéis da própria B3 figuram entre as maiores variações, com ganho acima de 2%. A Bolsa brasileira informou que reduzirá as tarifas cobradas para a negociação de ações, de olho no desenvolvimento do mercado e para a atração da pessoa física. Outro destaque, a Embraer ON também subia acima de 2%, após a companhia concluir a separação do negócio de aviação comercial.

A transação entre as fabricantes de aeronaves, anunciada em meados de 2018, prevê a criação de uma joint venture que englobará o braço de aviação comercial da Embraer. A Boeing deterá 80% da nova empresa, denominada Boeing Brasil - Commercial, enquanto a Embraer terá os 20% restantes. As companhias também trabalham em uma segunda joint venture, com participação de 51% da Embraer, destinada a promover e desenvolver mercados para o avião militar KC-390.

Câmbio

Com movimento mais fraco nos mercados de moedas em geral, o dólar oscilou durante a manhã. Às 11h30, subia 0,53%, para R$ 4,0331 O ajuste negativo acompanha a desvalorização da moeda americana apenas em relação a divisas latino-americanas no segmento de moedas emergentes. 

"O mercado é pequeno ainda e passa por ajustes leves, começando a retornar os negócios com clima positivo, sem estresse", observa Hideaki Iha, operador da corretora Fair. "O corte no compulsório de bancos na China e a previsão de nova data (15 de janeiro) para a assinatura do acordo comercial EUA-China ajudam a fortalecer as divisas latino-americanas."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.