Bolsa cai após recordes e dólar sobe

Investidores vendem ações para embolsar ganhos e compram dólar, que interrompe quedas ante o euro e o real

Silvana Rocha, Paula Laier e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

03 de outubro de 2007 | 00h00

O número fraco do setor de moradias em agosto nos Estados Unidos serviu de pretexto para vendas de ações nas Bolsas, ontem, após os recordes de pontos do Dow Jones e do Ibovespa na véspera. O Nasdaq foi o único índice de ações em Wall Street a fechar em alta, sustentado pela recuperação dos papéis de tecnologia e consumo. Os preços dos títulos do Tesouro norte-americano subiram a exemplo do dólar no mercado de moedas. Os analistas seguem apostando em um corte de juro dos Fed Funds no fim deste mês. Com a ajuda externa, após cair 8,2% nos cinco dias úteis anteriores, o dólar à vista subiu a R$ 1,8235 (+0,80%) na BM&F e a R$ 1,825 (+0,83%) no balcão. A Bovespa recuou 0,52%, a 62.017,1 pontos, com forte giro assegurado por estrangeiros. O juro de janeiro 2010 ficou em 11,23%. E o risco Brasil cedeu 1,73%, para 170 pontos-base.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.