TV Globo/Reprodução
TV Globo/Reprodução

Com incertezas políticas e exterior desfavorável, Bolsa cai 2,80%

Mercado reagiu negativamente a sinalizações de Bolsonaro, que fez ressalvas ao processo de privatização e à reforma da Previdência; dólar sobe 1,28% e é cotado a R$ 3,76

Silvana Rocha e Fabiana Holtz, O Estado de S.Paulo

10 Outubro 2018 | 10h25
Atualizado 10 Outubro 2018 | 18h11

As declarações pouco animadoras do candidato à Presidência pelo PSL, Jair Bolsonaro, sobre privatização e a reforma da Previdência pesaram nos negócios desta quarta-feira, 10, sobre ações de empresas que integram o conhecido 'kit eleições'. Somado a isso, os mercados internacionais foram invadidos por uma onda de 'aversão ao risco', com a possibilidade de que o banco central americano tenha de acelerar o processo de aumento nas taxas de juros.

O dólar terminou cotado a R$ 3,7631, alta de 1,28% em uma mescla de mau humor com o cenário político e, sobretudo, impactado pelo cenário internacional, com dados mais fortes da economia americana e um movimento de alta dos Treasuries americanos. Apesar da alta, o câmbio acumula uma queda de 2,41% na semana e de 7,11% no mês.

Mais cedo, as ações da Eletrobrás chegaram a recuar 14,64% após o candidato  criticar o processo de privatização da elétrica. "A gente vai vender para qualquer capital do mundo? Você vai deixar a nossa energia na mão da China? A gente pode conversar sobre distribuição, mas sobre geração não", afirmou em entrevista à TV Bandeirantes na noite nessa terça, 9 .   Ao final do pregão, as ações Eletrobras ON e PNB já haviam reduzido em boa parte as perdas e terminaram o pregão com quedas de 9,21% e 8,36%, respectivamente.

Também geraram mal-estar as declarações de Bolsonaro feitas na noite desta terça-feira, 9, sobre a reforma da Previdência. Depois de o deputado Onyx Lorenzoni (DEM-RS) ter afirmado que a reforma não estava no plano de governo de Bolsonaro, nem dos que o apoiam, o candidato do PSL defendeu fazer uma reforma "vagarosamente", com redução da idade mínima para servidores públicos proposta pelo governo Temer, de 65 anos, para 61.

Além dos papéis da Eletrobrás, as ações sensíveis à percepção de risco político também tiveram perdas superiores à média do mercado. Banco do Brasil ON terminou o dia em queda de 4,23%. Petrobrás ON e PN caíram 3,70% e 2,87%, nesta ordem. Vale ON caiu 3,07%.

Mesmo com o resultado de hoje, o Ibovespa ainda contabiliza alta de 5,47% em outubro. Na última segunda-feira, 8, os investidores estrangeiros ingressaram com R$ 1,669 bilhão na B3. Naquele dia, o Ibovespa disparou 4,57%, aos 86.083,91 pontos, com giro recorde de R$ 29 bilhões, em repercussão aos resultados do primeiro turno das eleições. Em outubro, a B3 acumula a entrada de R$ 2,210 bilhões.

Para a noite desta quarta-feira, 10, as expectativas se concentram na pesquisa Datafolha de intenção de voto, prevista para as 19h. Será o primeiro levantamento após o primeiro turno da eleição presidencial, que colocou Bolsonaro e Fernando Haddad (PT) no segundo turno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.