Bolsa cai e dólar sobe com cenário externo ruim

As incertezas no mercado internacional - petróleo acima de US$ 40 o barril, expectativas frustradas dos resultados de grandes corporações norte-americanas e o temor de atentados terroristas - afetaram os resultados do mercado financeiro do Brasil nesta segunda-feira. A bolsa de São Paulo encerrou o pregão em queda de 1,27%, em 21.318 pontos, com volume negociado de R$ 934,017 milhões. Em Nova York, depois de oscilar bastante, o Dow Jones fechou estável e o Nasdaq caiu 0,54%.No mercado de câmbio, pelo quinto dia útil consecutivo, o dólar comercial fechou em alta, de 0,69%, a R$ 3,077 - maior cotação desde 30 de junho (a R$ 3,087). No ano, o ganho acumulado pela moeda americana é de 5,99%. No mercado de bônus da dívida, o C-Bond caiu 0,80%, cotado a 92,75 centavos de dólar. O risco Brasil fechou em alta de 14 pontos em 627 pontos base. O mercado de juros iniciou a semana bastante volátil, com a taxa do contrato de DI futuro para janeiro de 2005 - o mais negociado na BM&F - em alta de 16,57%, mas acima do encerramento de sexta-feira (16,54%).

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.