Bolsa da China deve mudar regra para fechar capital

As Bolsas de Xangai e Shenzhen, na China, divulgaram, neste domingo, um esboço alterando as regras de fechamento de capital de empresas com desempenhos fracos. Poucas empresas chinesas tiveram sua listagem revogada desde que as regras de fechamento de capital foram estabelecidas em 2001, diante de brechas nas regras.

NALU FERNANDES, Agencia Estado

29 de abril de 2012 | 12h19

Analistas afirmam que a falta de fortes medidas de punição contribuiu para a fraca qualidade da média das empresas locais listadas.

As bolsas disseram, em comunicado, que planejam introduzir oito novos critérios para remover as empresas, como exigência ligada a lucro líquido. Entre os itens do novo critério, empresas cujos ativos líquidos forem negativos em dois anos consecutivos e empresas cujas receitas operacionais forem inferiores a 10 milhões de yuans (US$ 1,59 milhão) por quatro anos consecutivos terão capital fechado.

As bolsas dizem que estão solicitando opinião pública sobre os rascunhos até o dia 20 de maio. As informações são da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.