Bolsa de comercialização de energia elétrica começa a operar amanhã

A Brazil International Exchange (Brix), bolsa de comercialização de energia elétrica, inicia amanhã a negociação de contratos de energia elétrica em sua plataforma eletrônica. A iniciativa, lançada em abril em parceria entre o Intercontinental Exchange (ICE) e os empresários Eike Batista (EBX, na foto), Josué Gomes da Silva (Coteminas), Marcelo Parodi (Compass Energia) e Roberto Teixeira da Costa (fundador da Comissão de Valores Mobiliários e sócio da Prospectiva Consultoria), tem o objetivo de favorecer a negociação de energia no mercado livre (ou Ambiente de Contratação Livre - ACL), que representa cerca de 25% da energia consumida no País. Segundo a Brix, a plataforma entra em operação com cerca de 30 participantes, de vários setores, como Cesp, Eletronorte, Bunge, White Martins, Eucatex, Coteminas e MPX.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.