Bolsa de Frankfurt fecha em queda de 1,33%

A Bolsa de Frankfurt fechou em queda de 1,33%. Segundo a Dow Jones, o mercado foi pressionado pela queda das ações dos bancos; o corte das taxas de juro pelo Federal Reserve norte-americano, ontem, não foi capaz de fazer melhorar o sentimento do mercado. As ações do Deutsche Bank estavam entre as que mais caíram (6,31%), depois da divulgação de seus resultados no ano 2000. A queda pressionou todo o setor (Commerzbank -2,79%, Dresdner Bank -0,81%). No setor de tecnologia, as ações da Epcos subiram 0,75%, em reação aos resultados da empresa; as da Infineon recuaram 0,84%, as da Siemens caíram 1,62% e as da SAP fecharam em queda de 5,15%. As ações da Deutsche Telekom perderam 2,28%, depois de um tribunal decidir que ela deve oferecer uma tarifa única de Internet para as concorrentes. Entre as ações que mais subiram estavam as da rede varejista KarstadtQuelle, que avançaram 3,48% devido a especulações de que passarão a compor o índice da bolsa de Frankfurt em sua próxima revisão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.