Bolsa de Londres teve hoje maior ganho em pontos desde 1992

As bolsas européias, em sua maior parte, fecharam hoje com ganhos extraordinários, na esteira da recuperação registrada ontem em Wall Street. O índice FTSE da Bolsa de Londres saltou 5%, com ganhos de 188 pontos, somando 3965 pontos. Trata-se do maior ganho de pontos durante um pregão londrino desde 1992. A bolsa madrilenha também registrou a sua maior alta deste ano, 5,09%. O índice CAC 40 de Paris subiu 4,17%. A exceção, por enquanto, é a bolsa de Frankfurt, que fecha duas horas após os demais pregões europeus e registra uma perda de cerca de 1,5%, principalmente por causa do desempenho das empresas alemãs, entre elas a Siemens. Apesar do alívio registrado hoje, analistas alertam que ainda é muito cedo para apostar no fim da volatilidade do mercado. "Eu acho que quem diz que atingimos o fundo do poço está sendo muito otimista", disse Simon Ballard, analista do Bearn Sterns. "O mercado vai continuar extremamente sensível às notícias negativas". Segundo ele, caso o índice Dow Jones mantenha um comportamento estável nos próximos dias, isso poderá sinalizar o início de uma fase de maior calma nos mercados financeiros. "Precisamos de um período de calma, de sinais positivos tanto das empresas como nos dados macroeconômicos para podermos começar a apostar num quadro mais promissor", disse. Ballard salientou que agosto, pico das férias de verão nos Estados Unidos e Europa, é tradicionalmente um período de menor liquidez nos mercados, o que poderá inclusive ajudar numa eventual estabilização das bolsas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.