Bolsa de Madri despenca com terror e surpresa nas eleições

A surpreendente vitória do partido socialista - de oposição ao governo do primeiro-ministro, José Maria Aznar - nas eleições gerais de domingo na Espanha e as informações de que a rede terroristas Al Qaeda é a principal suspeita pelos ataques de 11 de março derrubaram a bolsa de Madri nesta segunda-feira. As demais bolsas européias também tiveram um dia de perda com medo do terrorismo se espalhar para o Velho Continente. A bolsa espanhola desabou 4,15%, com os papéis do setor de turismo enfrentando grandes perdas. Em Londres, a bolsa caiu 1,22%, também influenciada pelo desempenho ruim do mercado acionário dos Estados Unidos. A bolsa de Paris teve desvalorização de 2,40% e Frankfurt perdeu 2,67%. Em Milão, a baixa foi de 2,29% e em Lisboa, - 1,36%.

Agencia Estado,

15 Março 2004 | 16h05

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.