Bolsa de Nova York tem a 2ª maior alta do ano

O mercado norte-americano de ações fechou em forte alta nesta segunda-feira, dando continuidade ao avanço da última sexta-feira. O índice Dow Jones teve a segunda maior alta em pontos do ano (atrás apenas do avanço de 488,95 pontos ocorrido em 24 de julho). Também foi a terceira maior alta em pontos de todos os tempos. Em termos porcentuais, a alta do Dow hoje não chega a figurar entre as 20 maiores. O índice Dow Jones fechou em alta de 447,49 pontos (5,41%), em 8.711,88 pontos.O Nasdaq teve a segunda maior alta deste ano, tanto em pontos como em termos porcentuais (atrás apenas do avanço de 122,47 pontos, ou 7,78%, ocorrido em 8 de maio). A alta porcentual do Nasdaq hoje foi a 19ª maior da história. O Nasdaq fechou em alta de 73,13 pontos (5,79%), em 1.335,25 pontos (máxima do dia); a mínima foi em 1.335,25 pontos.Os volumes, porém, foram inferiores aos registrados na semana passada. "Parece uma clássica e viciosa alta momentânea num mercado em queda. Fundamentalmente, eu não acho que tenhamos visto muita coisa mudar", disse o diretor do Crédit Suisse First Boston, John O´Donoghue.O avanço do mercado aconteceu apesar de novas más notícias sobre irregularidades contábeis de empresas. A Qwest Communications anunciou que vai reapresentar seus informes de resultados de 2000 e 2001, porque descobriu que os informes já apresentados continham US$ 1 bilhão em vendas que não existiram. As ações da Qwest recuaram 0,67%.Entre os destaques positivos do pregão foram as ações do JP Morgan (+12,81%) e do Citigroup (+8,36%), em dia marcado por várias negativas dos dois bancos de que tenham cometido irregularidades nos negócios com a Enron. Outras ações do setor recuperaram-se de quedas recentes, como American Express (+11%), Microsoft (+6,4%) e Hewlett-Packard (+11%).Outro setor em destaque foi o de semicondutores, depois de recomendação favorável da Merrill Lynch (Motorola +10,92%, Intel +6,06%, Applied Materials +5,44%). As ações de operadoras de oleodutos e gasodutos, um dos setores que mais haviam caído recentemente, também tiveram bom desempenho (El Paso +8,3%, Williams +88%). Entre as ações de empresas que divulgaram resultados hoje, as da Kellogg subiram 5%. ArgentinaO índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, fechou quase estável, em leve queda de 0,02 ponto ou 0%, em 355,83 pontos, depois de ter registrado ganho de mais de 1% na máxima intraday. O volume somou 20 milhões de pesos; 28 ações subiram, 15 caíram e 9 permaneceram estáveis.Analistas disseram que os operadores ignoraram a forte alta de Wall Street e ficaram focados na inabilidade do governo em fazer as reformas necessárias para reativar a economia argentina. As dificuldades econômicas dos vizinhos Brasil e Uruguai, dois dos principais parceiros argentinos, também sufocaram o apetite por ativos financeiros, disseram analistas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.