Bolsa de NY fará 2 minutos de silêncio em memória de Reagan

A Bolsa de Nova York (Nyse) fará dois minutos de silêncio na abertura do pregão desta segunda-feira, em memória do ex-presidente Ronald Reagan, que morreu sábado em consequência de complicações causadas por Alzheimer. Em nota distribuída ontem, a Nyse não informou se ficará fechada na sexta-feira, quando ocorrerão os últimos cerimoniais fúnebres do ex-presidente. Tradicionalmente, a Bolsa fica fechada ou encerra a sessão mais cedo durante funerais de presidentes ou ex-presidentes dos EUA. Segundo a CNN, a última vez que a Nyse suspendeu o pregão foi em 27 de abril de 1994, durante o funeral de Richard Nixon. O corpo do ex-presidente será velado a partir de quarta-feira na rotunda do Capitólio, sede do Congresso dos EUA, em Washington, onde receberá as homenagens do público.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.