Bolsa de NY fecha estável; Nasdaq cai

O mercado norte-americano de ações fechou com o índice Dow Jones praticamente no mesmo nível de ontem, e com o Nasdaq em queda forte, eliminando boa parte dos ganhos de quarta-feira. O dia foi marcado pela volatilidade: o Dow chegou a subir 118 pontos na máxima e a cair 246 pontos na mínima. Vários fatores influenciaram o mercado hoje. No plano econômico, o informe de que as encomendas de bens duráveis caíram 3,8% em junho alimentou as especulações de que o Federal Reserve estaria para reduzir novamente as taxas de juro de curto prazo. O anúncio de redução dos investimentos da Taiwan Semiconductor, maior fabricante global de chips para outras empresas, afetou as ações das indústrias de semicondutores e todo o setor de tecnologia. E o noticiário sobre investigações de empresas acusadas de irregularidades contábeis teve impacto sobre várias ações. As ações da AOL Time Warner caíram 15%, depois de a empresa admitir que está sendo investigada pela Securities and Exchange Comission (SEC). As da Tyco caíram 18%, em meio a rumores de que a companhia estaria para pedir concordata. No setor financeiro, a informação de que a SEC está investigando o Citigroup e o JP Morgan por causa das relações dos dois bancos com a Enron fez as ações dos dois bancos sofrerem quedas fortes. As do JP Morgan chegaram a cair 10,95% e as do Citigroup chegaram a recuar 8,42%. Isso fez o índice Dow Jones acelerar sua queda no meio da tarde. Depois de o Citigroup esclarecer que a investigação da SEC não é novidade (teria começado antes do inquérito do Senado, que ocupou as manchetes no começo da semana), as ações dos dois bancos - e com elas, o índice Dow Jones - recuperaram terreno; as do JP Morgan fecharam em queda de 4,1% e as do Citigroup em baixa de apenas 0,2%. O índice Dow Jones fechou em queda de 4,98 pontos (0,06%), em 8.186,31 pontos. A mínima foi em 7.945,95 pontos e a máxima em 8.309,39 pontos. O Nasdaq fechou em queda de 50,15 pontos (3,89%), em 1.240,08 pontos, com mínima em 1.220,93 pontos e máxima em 1.289,72 pontos.

Agencia Estado,

25 de julho de 2002 | 18h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.