Bolsa de Tóquio cai 2,13% afetada por iene forte e NY

A Bolsa de Tóquio fechou em queda acentuada afetada pela persistente fraqueza do dólar e das ações dos EUA. O índice Nikkei encerrou em baixa de 226,30 pontos (2,13%), em 10.375,15 pontos, depois de ter subido 115,71 pontos (1,1%) no pregão de sexta-feira. O fraco desempenho em Tóquio continua refletindo a ausência de boas notícias do exterior. Nos EUA, na sexta-feira, o índice Dow Jones perdeu 1,3%. Durante a sessão de hoje em Tóquio, os mercados de câmbio receberam ainda mais notícias negativas com o dólar recuando para abaixo de 116,50 ienes, nível em que permaneceu durante a maior parte da sessão. Com o fortalecimento do iene ameaçando os lucros de exportadores, empresas dos setores eletrônico e automotivo sofreram as maiores perdas. Nissan Motors recuou 2,97% e Hitachi caiu 1,63%. Entre os outros papéis mais negociados, Sumitono Mitsui terminou em queda de 2,69%, Nip Steel perdeu 1,49% e Toshiba encerrou em baixa de 1,64%. Outras bolsasAs outras principais bolsas asiáticas encerraram em baixa. Na Coréia do Sul, o índice Kospi caiu 9,41 pontos (-1,19%), para 783,52 pontos, com exportadores como a Hyundai Motor sofrendo perdas devido ao fortalecimento do won frente ao dólar. O volume de ações negociadas somou 1,7 bilhão, movimentando 3,6 trilhões de won. As ações da Hyundai Motor fecharam em queda de 5,6%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 66,64 pontos (-0,63%), em 10.581,66 pontos. Na Bolsa de Cingapura, o Straits Times encerrou a sessão em 1.609,76 pontos, com queda de 4,33 pontos (-0,27%). Em Taiwan, o índice Taiwan Weighted da Bolsa de Taipé perdeu 23,49 pontos (-0,43%), em 5.393,01 pontos. O índice Thai Set, da Bolsa de Bangcoc, fechou em 399,36 pontos, com queda de 1,30 ponto (-0,32%). Na Indonésia, o índice Jacarta Composto avançou 1,28 ponto (+0,27%), encerrando a sessão em 480,90 pontos. Na Malásia, o índice KLSE Composto fechou em 739,13 pontos, queda de 0,72 ponto (-0,10%). A Bolsa das Filipinas não abriu hoje. As informações são da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

15 de julho de 2002 | 08h01

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.