Bolsa de Tóquio fecha em +0,7%

A Bolsa de Tóquio fechou em alta pelo terceiro dia consecutivo, sustentada pela demanda vinda de investidores estrangeiros e pelos ganhos de ontem em Wall Street. O Nikkei-225 fechou em 11.521,93 pontos, com valorização de 82,01 pontos (0,7%), após ter subido 311,87 pontos ontem e outros 101 pontos na sexta-feira. O Topix, índice de abrangência maior, avançou 6,25 pontos (0,5%), para 1.157,92 pontos. Ontem, o Dow Jones subiu 1,45% e o Nasdaq, 2,12%, em Wall Street.As ações de empresas de tecnologia, como as da Kyocera e a Tokyo Electron, lideraram o bloco positivo, ajudando o Nikkei a passar pela marca dos 11.500 pontos, considerada por vários operadores como o nível de resistência do curto prazo. A Tokyo Electron, fabricante de equipamentos com chips, terminou o dia com alta de 0,8%, contribuindo com mais de dois pontos para a valorização do Nikkei.A Kyocera, outra blue chip de tecnologia, avançou 1,9%, alavancando o índice Nikkei em mais 7 pontos. Os operadores, no entanto, destacaram que as apreensões sobre a liqüidação de opções de junho, na sexta-feira, e a reunião do G-8, nos EUA, devem limitar que o Nikkei ultrapasse os 11.550 pontos nos próximos dias.A Nippon Oil, maior distribuidora de petróleo do Japão, disparou 4,6%, com as notícias de que formará uma aliança com a PetroChina. A Nippon Oil vai refinar 20 mil barris por dia de petróleo cru para fornecimento a empresas chinesas. Além disso, os operadores seguiram apostando nos papéis do setor petrolífero, diante das apreensõs sobre ações terroristas e também em razão da expectativa de uma correção dos demais papéis nessa fase pós-balanços. "As ações de companhias petrolíferas devem seguir firmes até que o nosso foco migre para a economia dos EUA e os balanços", disse o gerente-chefe de fundos da Ichiyoshi Investment Management, Mitsushige Akino.

Agencia Estado,

08 de junho de 2004 | 08h17

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.