Bolsa de Tóquio fecha em +1,77%

A Bolsa de Tóquio fechou em alta com os investidores encorajados pela queda limitada de Wall Street mesmo com mais uma controvérsia contábil. O comportamento positivo do índice Nasdaq futuro na Globex durante a sessão na Ásia também serviu de estímulo aos investidores. O índice Nikkei-225 terminou o dia em alta de 191,05 pontos (+1,77%), em 10.960,25 pontos. O Topix fechou em 1.050,14 pontos, com valorização de 16,15 pontos (+1,6%). Os ganhos do Nikkei foram sustentados principalmente pelos papéis de tecnologia, que foram beneficiados pelos recuos moderados observados em ações do mesmo setor ontem em Nova York. As notícias sobre discrepâncias no balanço da gigante farmacêutica Merck geraram temores de que houvesse fortes quedas nos EUA, mas o Dow Jones fechou o dia com perda de 1,1% e o Nasdaq registrou recuo de 3%. A Banuy Pharmaceutical, subsidiária da Merck no Japão, encerrou o dia em alta de 3,3%, após cair 4,5% na sessão de ontem por conta das notícias da Merck. Outras farmacêuticas também reagiram, como a Takeda Chemical, que subiu 2,3%. Entre os papéis de tecnologia, a Sony subiu 1,9% e a Fujitsu teve valorização de 1,8%. As ações mais negociadas no pregão foram Sumitomo Mitsui (+4,72%), Dai Nip Construction (-92,31%), Kawasaki Steel (estável), Janome Sewing (+11,43%) e Hitachi (-0,26%).

Agencia Estado,

09 de julho de 2002 | 07h29

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.