Bolsa de Tóquio fecha em alta com dólar mais forte

Desvalorização do iene veio após especulação de que o Japão reduzirá a taxa do imposto corporativo

26 de setembro de 2013 | 07h55

As ações na Bolsa de Tóquio fecharam em alta nesta quinta-feira, após três dias seguidos de queda. O índice Nikkei encerrou o pregão com avanço de 1,2%, aos 14.799,12 pontos, recuperando-se da baixa de 145,65 pontos entre segunda e quarta-feira.

A sessão teve um fraco início, com o Nikkei caindo até 210 pontos a 14.410,52 pontos, à medida que os investidores vendiam ações com direito a dividendos. No entanto, a tendência mudou quando o dólar saltou ante o iene no final da manhã em meio a especulação crescente de que o Japão reduzirá a taxa do imposto corporativo e reformará suas pensões públicas. Por volta do horário de fechamento da Bolsa de Tóquio, o dólar estava em 98,96 ienes, ante 98,64 ienes no encerramento do pregão anterior.

"O anúncio do governo sobre uma elevação do imposto sobre vendas e o estímulo à economia é altamente aguardado. Qualquer notícia relacionada a isso será vista como um sinal de negociação", disse Hideyuki Ishiguro, gerente-assistente de estratégia de investimento da Okasan Securities.

O dólar mais alto ajudou exportadores. A Kyocera Corp saltou 3,0%, enquanto a Fuji Heavy Industries ganhou 3,7%.

Ações com grande peso no índice como Fast Retailing e SoftBank puxaram o mercado para cima depois que notícias aumentaram as esperanças sobre perspectivas melhores para as duas empresas.

A Fast Retailing subiu 3,4% na sequência de uma reportagem do Yomiuri Shimbun. O jornal informou que as vendas de lojas de vestuário Uniqlo, da Fast Retailing, podem superar 1 trilhão de ienes no ano fiscal encerrado em agosto. A cifra representa uma forte alta ante os 928,6 bilhões de ienes do total de vendas do período anterior.

O SoftBank Corp avançou 3,7% com notícias de que o Alibaba Group Holdings, maior empresa de e-commerce da China, planeja realizar um IPO nos EUA depois de não concordar com as autoridades de Hong Kong sobre os termos de listagem. O IPO deve buscar até US$ 70 bilhões, com a participação da SoftBank precificada em até US$ 25 bilhões, quase um terço do atual valor de mercado da SoftBank.  Fonte: Dow Jones Newswires.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.