Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,29%

A Bolsa de Tóquio subiu pela quarta sessão consecutiva, sustentada por ações dos grandes bancos e de empresas seletivas de tecnologia, em um ambiente favorável criado pelos ganhos de sexta-feira em Wall Street - o Dow avançou 0,89% e o Nasdaq, 2,42% - e também pela estabilidade do iene ante o dólar. O Nikkei-225 valorizou-se 30,85 pontos (0,29%), para fechar em 10.740,14 pontos, após ter chegado a subir a 10.905,19 pontos pela manhã. O Topix, índice que reflete os movimentos de todos os papéis da primeira sessão, terminou em 1.068,84 pontos, com alta de 1,98 ponto (0,2%). A retração do Nikkei da máxima do dia foi vista como decepcionante e um reflexo da pouca confiança dos investidores em se manterem comprados em papéis de alta tecnologia, diante do início da temporada de divulgação de balanços. A oscilação do dólar dentro da margem de 110,80-111,20 ienes garantiu compras de ativos das grandes exportadoras, como os da Canon, que subiram 2,2%, e os da Sony, que avançaram 1,8%.Os bancos também absorveram compras em um dia em que o Morgan Stanley elevou a recomendação para as grandes instituições de "in line" para "atraente". O Mizuho Financial disparou 4,3% e a UFJ Holdings, 3,2%. A Mitsubishi Tokyo ganhou 2,9%. Após o fechamento da sessão, o Mizuho elevou sua perspectiva de lucro para o primeiro semestre de 100 bilhões de ienes para 230 bilhões de ienes.A Nintendo caiu 2,8%, após ter reduzido sua perspectiva de lucro para o ano fiscal que terminará em março de 65 bilhões de ienes para 60 bilhões de ienes, atribuindo o corte ao impacto da valorização do ienes. O volume negociado na primeira sessão caiu para 1,618 bilhão de ações, de 1,695 bilhão de papéis na sexta-feira.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.