seu bolso

E-Investidor: O passo a passo para montar uma reserva de emergência

Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,70%

A Bolsa de Tóquio fechou com o índice Nikkei-225 em alta de 79,23 pontos (0,70%), em 11.449,44 pontos, com compras concentradas em blue-chips, cujos preços haviam caído muito nos últimos pregões. Traders disseram que investidores começaram a recomprar papéis de tecnologia depois que o índice Nikkei se aproximou de 11.316,04 pontos, o menor nível de fechamento desde o início de maio. Das ações do setor, subiram as da Matsushita Electric Industrial (+2,7%), Kyocera (+1,9%), Hitachi (+0,8%), Fujitsu (+1,7%), Sanyo Electric (+1,9%), Toshiba (+0,6%) e da NEC (+0,7%). Os gestores de fundos de pensão também procuraram barganhas, com compras especulativas de ações no mercado à vista e no de futuros. Traders disseram que as negociações continuarão regidas por cautela, com preocupações com a fraqueza do mercado acionário norte-americano e com o vencimento, na sexta-feira, dos contratos futuros de junho. Os papéis de bancos foram beneficiados pelas compras especulativas (Sumitomo Mitsui Banking +2,7%; UFJ Holdings +2,9%; Mitsubishi Tokyo Financial Group +1,2%), segundo corretores. As ações da Oracle Corp. Japan caíram 1,1% - depois de terem recuado 5,4% ontem - por conta do rebaixamento em suas perspectivas de resultado. A empresa disse que seu faturamento e lucro do ano fiscal corrente serão menores do que os anteriormente projetados devido aos fracos investimentos corporativos de companhias do país. O Topix, barômetro amplo do movimento de todos os papéis da primeira etapa da sessão, fechou em alta de 8,28 pontos (0,8%), em 1.101,31 pontos.Bolsas asiáticas caemA maioria das principais Bolsas asiáticas fechou em queda. O índice Weighted, em Taiwan, foi destaque de baixa e caiu 93,91 pontos (1,71%), para encerrar em 5.405,42 pontos - o menor nível deste ano. Os investidores concentraram as vendas em papéis de tecnologia (United Microelectronics -0,2%; Quanta Computer -6,5%; Asustek Computer -4,4%; Benq -7%; Nanya Technology -4,4%; Mosel -2,6%) em antecipação à atualização das projeções de resultado da Nokia. A fabricante finlandesa de equipamentos de telefonia divulgou suas novas projeções por volta das 6h (de Brasília). Com o alerta surpreendente da Intel, na semana passada, os investidores preferiram se proteger contra eventuais más notícias. A maioria das empresas de tecnologia de Taiwan estão nas indústrias de telecomunicações ou de computadores pessoais, e os investidores observam atentamente as perspectivas das multinacionais do setor, que são grandes clientes de muitas empresas locais. As ações da Hon Hai Precision Industry, que monta aparelhos para a Nokia, caíram 1,9%. Em Hong Kong, o índice Hang Seng recuou 73,82 pontos (0,65%), para fechar em 11.215,02 pontos, enquanto na Coréia do Sul, o índice Kospi fechou em alta de 3,43 pontos (0,42%), em 815,33 pontos. Em Cingapura, o índice Straits Times fechou em queda de 7,88 pontos (0,47%), em 1.656,56 pontos, enquanto o PSE, nas Filipinas, caiu 10,44 pontos (0,81%), para encerrar em 1.274,36 pontos. O índice Thai SET, na Tailândia, fechou em queda de 4,80 pontos (1,13%), em 418,85 pontos, enquanto o KLSE Composto, na Malásia, recuou 4,84 pontos (0,64%), para fechar em 750,39 pontos. Na Indonésia, o JSX Composto fechou em alta de 5,45 pontos (1,07%), em 516,82 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.