Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,79%

O fechamento positivo dos mercados norte-americanos na sexta-feira e a alta do dólar ante o iene desencadearam compras ativas de ações de empresas voltadas para exportações e de grupos de alta tecnologia na Bolsa de Tóquio, levando o índice Nikkei-225 a fechar em alta de 75,64 pontos (+0,79%), em 9.666,67 pontos. O Topix, índice amplo que reflete o movimento da primeira etapa da sessão, terminou o dia com ganho de 8,84 pontos (+0,9%), em 951,91 pontos. A despeito da recuperação, o Nikkei-225 fechou cerca de 200 pontos abaixo de sua máxima no dia.Segundo os operadores, houve um movimento de realização de lucros após a alta inicial, refletindo as incertezas sobre a perspectiva para o mercado norte-americano. "Nós ainda precisamos observar as ações nos EUA porque elas determinarão o curso futuro não só dos papéis japoneses, mas também do dólar contra o iene", comentou um operador. O dólar computou uma alta de dois e meio ienes na sexta-feira e deu continuidade ao movimento de valorização nesta manhã, negociado acima de 119 ienes nos mercados asiáticos. O desempenho do dólar ante o iene sustentou os papéis das empresas exportadoras, entre elas, dos grupos automobilísticos.A Nissan fechou em alta de 4%, enquanto a Mitsubishi Motors somou 1,3%. A Toyota valorizou-se 0,7%. A Honda terminou a sessão com valorização de 4,8% e, após o fechamento, anunciou lucro trimestral recorde. Os operadores informaram que os investidores individuais foram compradores ativos, ajudando a ofuscar as pressões de venda dos investidores estrangeiros que procuravam realizar lucros. As corretoras estrangeiras colocaram pesadas ordens de vendas de 17,4 milhões de ações antes da abertura da sessão. Foi o oitavo dia seguinte de vendas líquidas por estrangeiros em Tóquio.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.