coluna

Dan Kawa: Separar o ruído do sinal é a única forma de investir corretamente daqui para a frente

Bolsa de Tóquio fecha em alta de 0,8% com bancos na liderança

A Bolsa de Tóquio fechou em alta pelo terceiro pregão consecutivo, com especulações de que influentes investidores estrangeiros podem tornar-se atraídos por papéis do segmento bancário. O índice Nikkei terminou o dia em alta de 95,72 pontos (0,8%), em 11.738,69 pontos. As ações da Mizuho Holdings abriram a onda de compras no segmento, após uma grande ordem ter sido colocada no mercado pelo Credit Suisse First Boston. A movimentação atraiu especuladores que adquiriram vários papéis do setor. As ações da Mizuho fecharam em alta de 8,1%. Entre as montadoras, as ações da Mazda Motor fecharam em alta de 0,5%, em reação ao anúncio de seu resultado ontem dentro das expectativas. A recomendação para as ações da companhia foi reduzida pela Goldman Sachs para "market perform", de "market outperform". Os papéis da Honda Motor subiram 1%, diante da declaração de seu presidente ontem à noite de que irá construir outra fábrica nos EUA para atender a demanda. No setor de tecnologia, os papéis reverteram as perdas do início do dia e fecharam em alta. O destaque foram as ações da NEC, que ganhavam 3,4% no final do dia. A companhia anunciou após o fechamento do mercado que pretende tornar independente suas operações de semicondutores. As informações são da agência Dow Jones.

Agencia Estado,

16 de maio de 2002 | 08h12

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.