bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Bolsa de Tóquio fecha em alta de +1,1%

A Bolsa de Tóquio recuperou-se das mínimas do início da manhã e fechou em alta, apesar do desempenho negativo de Wall Street na sexta-feira e de o iene ter mostrado uma nova alta ante o dólar. Mas a intervenção do governo para conter a valorização do iene acabou trazendo motivação para compras de barganhas no período vespertino, o que gerou a reversão do comportamento dos principais papéis negociados em Tóquio. O índice Nikkei-225 fechou em 10.471,32 pontos, com ganho de 116,97 pontos (+1,1 %).A despeito do comportamento positivo, os analistas seguiram cautelosos. Segundo o administrador de fundos do Asahi Life Asset Management, Katsuaki Furutachi, a intervenção do governo no câmbio pode ter um efeito positivo no Nikkei nos próximos dias, mas o ambiente no mercado continua relativamente fraco. Furutachi alertou que o Nikkei-225 pode cair abaixo de 10 mil em julho. O Topix, índice amplo que acompanha o movimento de todos os papéis negociados na sessão matutina, subiu 10,88 pontos (+1,1%), para fechar em 1.013,23 pontos.As ações mais negociadas foram Sumitomo Mitsui (-0,34%), Sanyo Electric (-1,98%), Hitachi (+2,35%), Nikko Cordial (+3,31%) e Nip Steel (-0,52%). Os papéis da Sony caíram abaixo de 6 mil ienes pela primeira vez desde 18 de fevereiro, mas recuperaram-se durante a tarde e fecharam em 6.150 ienes, com alta de 2,2%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.