Bolsa de Tóquio fecha em baixa apesar de corte nos juros

Banco do Japão reduz taxa básica de 0,3% para 0,1%; índice Nikkei perde 78,71 pontos, 0,90%

Agências internacionais,

19 de dezembro de 2008 | 06h12

A Bolsa de Tóquio não reagiu ao anúncio de corte na taxa básica de juros feito pelo Banco do Japão nesta sexta-feira. O mercado japonês fechou em baixa de 0,90%, seguindo a tendência de Wall Street com o aumento dos temores sobre o agravamento da crise financeira. Veja também:BoJ reduz taxa básica de juro de 0,30% para 0,10%Desemprego, a terceira fase da crise financeira globalDe olho nos sintomas da crise econômica Dicionário da crise Lições de 29Como o mundo reage à crise  O índice Nikkei da Bolsa de Tóquio fechou em baixa de 78,71 pontos (0,90%), para 8.588,52. Já o Topix, que reúne todos os valores da primeira seção, caiu 4,26 pontos (0,50%), aos 834,43. O Banco do Japão (BoJ, banco central japonês) reduziu sua taxa básica de juros, a "overnight call loan rate", de 0,3% para 0,1%. A decisão foi aprovada pelo conselho de política monetária do banco por 7 votos a 1 e se segue a cortes de juros efetuados por outros importantes bancos centrais, como os dos EUA e os da zona do euro. Outros mercados asiáticos seguiram o japonês. Em Hong Kong, o índice Hang Seng encerrou em baixa de 2,15%. Bangcoc perdeu 0,09% e Jacarta 0,10%. A bolsa australiana também ficou no negativo, 0,93%. Em O índice Kospi da Bolsa de Seul fechou hoje em alta de 5,06 pontos (0,43%), para 1.180,97. O indicador de valores tecnológicos Kosdaq subiu 2,15 pontos (0,63%), aos 342,45. O resultado positivo de Seul só foi acompanhado por Manila e Xangai, 0,11% e 0,14%, respectivamente.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.