coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Bolsa de Tóquio fecha em leve alta de 0,1%

A Bolsa de Tóquio fechou com o índice Nikkei-225 sem tendência definica, em leve alta de 9,22 pontos (0,1%), em 11.856,54 pontos. Os papéis de tecnologia e de montadoras frearam os ganhos devido ao fortalecimento do iene, mas a demanda por ações de empresas domésticas - como as do setor imobiliário (Mitsui Fudosan +5,2%; Mitsubishi Estate +5,5%), de transportes (Kawasaki Heavy +9,2%) e de telecomunicações (NTT +4,2%; NTT DoCoMo +3,4%; Japan Telecom +0,5%; KDDI +0,8%) - evitou que o índice fechasse em queda. "A taxa de câmbio do momento é negativa para as montadoras," disse Dai Nishiyama, administrador de fundos da SG Yamaichi Asset Management. "Mas é positiva para a direção do mercado como um todo, uma vez que pudemos confirmar que ele está a caminho da recuperação," acrescentou. O iene forte reduz o valor das vendas internacionais quando repatriadas em ienes, e isso afeta especialmente as montadoras porque grande parte de suas vendas é para o exterior. Entre as montadoras, caíram os papéis da Nissan (-2,5%), da Honda (-1,7%) e da Toyota (-0,8%). No setor de tecnologia, recuaram as ações da Sony (-0,1%), da TDK (-1,3%) e da Sanyo (-1,8%), e subiram as da Matsushita Electric Industrial (+0,5%), da NEC (+2,7%) e da Kyocera (+3,0%). O Topix, barômetro amplo do movimento de todos os papéis da primeira etapa da sessão, fechou em alta de 8,59 pontos (0,8%), em 1.117,13 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.