bolsa

E-Investidor: Itaúsa, Petrobras e Via Varejo são as ações queridinhas do brasileiro

Bolsa de Tóquio fecha em leve alta de 0,15%

O índice Nikkei-225, da Bolsa de Tóquio, fechou sem tendência definida, em leve alta de 17,87 pontos (0,15%), em 11.979,85 pontos. O interesse pelas compras, principalmente por investidores estrangeiros, minimizou o impacto da realização de lucros, segundo operadores. Os investidores estrangeiros consideram o mercado acionário japonês um instrumento com riscos de baixa relativamente limitados, uma vez que as perspectivas para outros mercados globais têm se deteriorado. Mas mesmo com a tendência de alta, os investidores japoneses vendem. Os motivos apontados são o fortalecimento do iene e a falta de medidas governamentais para estimular a economia. Os papéis de bancos lideraram os ganhos de hoje (UFJ Holdings +6,4%; Mizuho Holdings +4,6%; Mitsubishi Tokyo Financial Group +3,5%). Apesar de poucos incentivos para otimismo serem esperados para os balanços a serem divulgados amanhã, as ações de bancos atraíram compradores por serem consideradas retardatárias no movimento de alta do mercado. O fortalecimento do iene continuou pressionando os papéis de empresas exportadoras (Canon -3,5%; Sharp -2,2%; NEC -0,4%; Toyota Motor -1,7%; Nissan Motor -3,1%; Honda Motor -3,4%). O Topix, barômetro amplo do movimento de todos os papéis da primeira etapa da sessão, fechou em alta de 7,21 pontos (0,6%), em 1.136,88 pontos.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.