coluna

Louise Barsi explica como viver de dividendos seguindo o Jeito Barsi de investir

Bolsa de Tóquio fecha em leve queda (-0,05%)

O índice Nikkei-225, da Bolsa de Tóquio, fechou de lado, em leve queda de 6,33 pontos (0,05%), em 11.763,70 pontos, com ajuste de posições em antecipação ao fim de semana. O mercado praticamente não reagiu ao rebaixamento da Moody´s na dívida soberana em moeda local, segundo traders. O mercado já esperava que a Moody´s rebaixasse a dívida japonesa, e agora as incertezas que pesavam sobre o humor entre os participantes se amenizarão, disse o gerente de uma corretora. Os traders não devem se preocupar com mais rebaixamentos, pelo menos por enquanto, por causa da perspectiva estável que acompanha o novo rating. Os papéis dos grandes bancos terminaram em direções opostas com as diferentes reações ao rebaixamento da Moody´s (Mitsubishi Tokyo Financial -3,5%; UFJ Holdings +4,5%; Sumitomo Mitsui -1,1%). O analista-sênior da Merrill Lynch, Yoshinobu Yamada, disse que é pouco provável que haja qualquer impacto do rebaixamento da Moody´s nos bancos no curto prazo. O analista disse que um possível risco para os papéis de bancos seria apenas um corte na classificação das dívidas de bancos individuais. As ações no setor de montadoras caíram (Toyota -2,9%; Honda -2,8%) com preocupações com o fortalecimento do iene. O Topix, barômetro amplo do movimento de todos os papéis da primeira etapa da sessão, fechou em queda de 1,22 ponto (0,1%), em 1.120,08 pontos. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.