Bolsa de Tóquio fecha em queda de 1,2%

As ações caíram novamente na Bolsa de Tóquio, levando o índice Nikkei ao menor nível em seis semanas, uma vez que os investidores seguem preocupados com a perspectiva de elevação no juro norte-americano, diante da divulgação do relatório sobre o desemprego nesta quinta-feira nos EUA. A alta do dólar contra o iene nesta madrugada provocou compras de papéis subvalorizados, como Fujitsu e outras blue chips de tecnologia. No entanto, ações de companhias ligadas ao mercado doméstico, que ganharam forte em março e abril, caíram levando o mercado para baixo. O índice Nikkei fechou o dia em baixa de 132,52 pontos (1,2%), em 11.438,82 pontos. As varejistas estiveram entre os destaques de baixa, assim como os papéis de bancos. Sumitomo Mitsui Financial Group caiu 2,6% e Mitsubishi Tokyo Financial Group recuou 1,8%. Os papéis de UFJ Holdings caíram 1,5%. No segmento de tecnologia, as ações da Fujitsu subiram 5% e as da TDK ganharam 1,8%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.