Bolsa de Tóquio fecha em queda de 1,68% com perdas em tecnologia

A Bolsa de Tóquio fechou com o índice Nikkei-225 em queda de 194,16 pontos (1,68%), em 11.336,95 pontos, com perdas nos papéis do setor de tecnologia (Tokyo Electron -2,2%; Canon -2,2%; NEC -2,3%; NTT -2,2%; NTT DoCoMo -1,9%; KDDI -4,2%), que foram pressionados pelo mercado acionário norte-americano. O recente fortalecimento do iene contra o dólar levantou preocupações com a possibilidade de esta tendência diminuir os lucros dos maiores exportadores japoneses. Traders disseram que ainda há expectativas negativas em relação a um possível rebaixamento da classificação de crédito soberano do Japão pela Moody´s, que o mercado acredita poder acontecer em breve. No setor bancário, alguns papéis terminaram em alta (Mitsubishi Tokyo Financial Group +0,5%; UFJ Holdings +0,6%; Sumitomo Mitsui Banking +2,5%). Entre as montadoras, fecharam em alta as ações da Toyota (+0,9%), com expectativas quanto aos seus resultados financeiros, que foram divulgados depois do fechamento do mercado. A Toyota teve o maior lucro antes dos impostos já registrado por uma empresa japonesa, de 1,11 trilhão de ienes no ano fiscal terminado em março. As informações são da agência Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.