Bolsa de Tóquio fecha em queda de -3,4%

As ações da Bolsa de Tóquio fecharam em queda acentuada nesta sexta-feira com fortes vendas por investidores estrangeiros pressionando o mercado, enquanto os operadores domésticos mantiveram-se de lado na maior parte do dia. O índice Nikkei encerrou com baixa de 338,88 pontos (-3,4%), marcando a terceira maior perda do ano em termos de pontos e uma nova mínima em cinco meses. O índice cedeu 17,81 pontos no pregão anterior e já acumula queda de 624,60 pontos nas últimas três sessões.Até mesmo a recuperação do dólar para próximo do patamar de 118,00 ienes fracassou em proporcionar qualquer impulso significativo para as ações das exportadoras japonesas. Com os mercados acionários dos EUA demonstrando mais fragilidade que nunca, muitos participantes em Tóquio temem que a bolsa japonesa pode estar posicionada para mais quedas. Ainda que muitos investidores reconheçam bons preços nos níveis atuais, poucos estão dispostos a atuar na contramão enquanto o mercado desaba em meio a uma onda de revelações negativas no mundo corporativo tanto no campo doméstico quanto no exterior.O Topix, índice amplo que acompanha os papéis negociados na primeira etapa da sessão, recuou 24,92 pontos, ou 2,6% para 943,07 pontos, fechando abaixo de 950 pontos pela primeira vez desde o dia 8 de fevereiro. Entre os papéis mais negociados do dia, Sumitomo Mitsui -5,74%, Hitachi 3,26%, Daiwa Sec Group 7,97%, Kinki Sharyo -13,17% e Nissan Motor Co. -5,41%.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.