Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bolsa de Tóquio sobe após decisão do Fed

As bolsa de Tóquio fechou no nível mais alto em oito meses nesta quinta-feira, após a decisão do Federal Reserve, nos EUA, que valorizou o dólar em relação ao iene. A moeda norte-americana chegou a ser negociada no maior patamar em seis anos, a 108,66 ienes. O índice Nikkei subiu 1,13%, a 16.067,57 pontos.

Estadão Conteúdo

18 de setembro de 2014 | 05h01

O Fed reconheceu a recuperação econômica gradual dos Estado Unidos e sinalizou que os juros devem aumentar para um patamar mais alto do que o esperado, quando voltarem a subir em 2015.

Entre os principais papéis, a Toyota Motor subiu 2,2% e a Sony teve forte queda, de 8,6%, após anunciar que o prejuízo previsto para o ano fiscal que termina em março de 2015 deve ultrapassar US$ 2 bilhões. A empresa também informou que, pela primeira vez desde que foi listada na bolsa, deixará de distribuir dividendos aos acionistas.

Alguns analistas demonstraram preocupação de que a sinalização do Fed poderia significar um aumento antecipado das taxas de juros, o que afetaria negativamente o mercado. "Mas com o iene em desvalorização, o impacto parece ser limitado", disse o estrategista-chefe da Nomura Securities, Hiromichi Tamura. Fonte: Dow Jones Newswires.

Tudo o que sabemos sobre:
Japãobolsa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.