Bolsa de Valores lança o "Bovespa Delivery"

O presidente da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), Raymundo Magliano Filho, em palestra na Unicid - Universidade Cidade de São Paulo lançou o projeto "Bovespa Delivery". Segundo Magliano, formado um grupo - de 40 pessoas ou mais - interessado em saber como funciona o mercado acionário, a Bovespa se dispõe a enviar instrutor com todo o material didático para aulas a respeito. Os instrutores são 25 ex-operadores da Bovespa - que perderam os empregos com a queda na atividade do mercado acionário e que estão sendo contratados pela Bolsa para a prestação do serviço educacional. A Bovespa montou estande na Unicid e o presidente da Bovespa presenciou um simulado de operações do mercado acionário realizado por alunos da Universidade. No pregão da Unicid participaram universitários que assumiram papéis de analistas, gestores de carteira, operadores de mesa e de pregão. Na estrutura do pregão simulado não faltaram telas de cotações, computadores e a agência de notícias. Magliano diz que a iniciativa faz parte do projeto "Bovespa vai até Você" para difundir a idéia de que o investimento em ações é instrumento eficiente como poupança de longo prazo. Em parceria com a Força Sindical, lançou o "Bovespa vai à Fabrica" para chegar a 140 sindicatos filiados localizados na capital, Grande São Paulo e Região Metropolitana de Campinas. Com foco didático e educacional, criou também o "Bovespa vai à Universidade" que está percorrendo os grandes centros de ensino da capital e Grande São Paulo com palestras para estudantes universitários. A entidade lançou também o "Bovespa vai ao Clube e à Academia de Tênis". No Esporte Clube Pinheiros, a Bovespa mantém estande fixo e a unidade móvel até o próximo dia 27 de outubro. O objetivo é formar clubes de investimento que reunam pessoas interessadas em investir em ações. Magliano diz que as corretoras que participam dos eventos têm tido surpresas agradáveis. "No domingo passado, às 20h30, uma senhora do Clube Pinheiros assinou um cheque para a compra de R$ 200 mil em ações a pós conversar com um corretor no estande da Bovespa", diz Magliano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.