finanças

E-Investidor: "Você não pode ser refém do seu salário, emprego ou empresa", diz Carol Paiffer

Bolsa e dólar seguem melhora em NY

Alta firme de ações em Wall Street estimula recuperação da Bovespa; dólar recua e juro destoa do bom humor

Claudia Violante, Paula Laier e Denise Abarca, O Estadao de S.Paulo

14 de novembro de 2007 | 00h00

Os mercados de ações e câmbio retomaram ontem o viés positivo, animados pelo desempenho favorável do cenário externo. A Bovespa acompanhou o ritmo de avanço das bolsas americanas que, por sua vez, foram estimuladas pela queda forte nos preços do petróleo - o contrato para dezembro em Nova York fechou abaixo de US$ 92 por barril - e pelo bem recebido balanço da Wal-Mart. Outra boa notíca foi a alta inesperada nas vendas pendentes de imóveis residenciais nos EUA. Ao final do dia, as bolsas em NY tinham ganho superior a 2%. O Ibovespa subiu 2,28%, para 62.927,0 pontos. O dólar recuou, acompanhando a desvalorização ante outras moedas. Caiu 0,56%, a R$ 1,767, no balcão e na BM&F. Os juros futuros destoaram dos demais segmentos, pressionados por fatores técnicos. O contrato para janeiro de 2010 terminou em 12,01%.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.