Bolsa e juros fecham em queda

As expectativas dos investidores, hoje, foram otimistas em relação à decisão do FED - banco central norte-americano - sobre as taxas de juros dos EUA. Como não se espera alta significativa, os juros brasileiros caíram, também em função da aceitação da redução da taxa de juros básica Selic na semana passada. As taxas dos contratos de prefixados no sistema de swap com base de 252 dias, o melhor indicador de taxa de juros de longo prazo, caíram de 18,91% ao ano ontem para 18,82% ao ano.A Bolsa de Valores de São Paulo - Bovespa - continua a cair em função da venda em massa de ações da Telesp, que se encerrará na sexta-feira. Os preços têm caído em função do risco crescente, conforme passam os dias, de que não haja tempo hábil para efetuar a troca dos papéis por BDRs - recibos de ações da Telefónica espanhola.As quedas da Nasdaq - bolsa de empresas de alta tecnologia e informática de Nova Iorque -, de 1,36% e do Dow Jones - índice que mede a valorização das ações mais negociadas em Nova Iorque -, de 0,37%, também ajudaram na tendência de queda da Bovespa, que fechou em -1,38%.O mercado de câmbio registrou pouca movimentação e poucas oscilações nas cotações, fechando em R$1,8240, praticamente estável em relação a ontem, com pequeno aumento de 0,05%.Leia mais sobre o fechamento dos mercados em matéria a seguir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.