carteira

As ações mais recomendadas para dezembro, segundo 10 corretoras

Bolsa europeia fecha em alta em sessão de volume fraco

O principal índice das ações europeias fechou em leve alta nesta quarta-feira fraca em volume de negócios. Os ganhos da sessão ampliam o rali de dezembro, que tem levado o indicador a níveis não vistos desde o colapso do Lehman Brothers, dois anos atrás.

REUTERS

22 de dezembro de 2010 | 14h57

A notícia de que a China está pronta para comprar entre 4 e 5 bilhões de euros em títulos da dívida portuguesa ajudou a tranquilizar investidores, mas não foi suficiente para ofuscar completamente preocupações com uma crise de dívida na zona do euro, intensificadas por protestos nas ruas de Atenas antes da votação de um importante Orçamento de austeridade.

"A crise de dívida soberana é séria, mas os investidores devem manter em mente que há muitas soluções, como a compra pela China de parte da dívida", disse Christian Jimenez, gestor de fundos e presidente da Diamant Bleu Gestion, em Paris.

O índice FTSEurofirst 300, que mede o comportamento dos principais papéis europeus, fechou em alta de 0,3 por cento, aos 1.148 pontos. O indicador acumula valorização de 7,6 por cento em dezembro, a caminho de seu melhor mês desde julho de 2009.

O índice mais amplo STOXX Europe 600 avançou 0,2 por cento, para 281 pontos, ampliando a apreciação desta semana que tem levado a indicador a patamares não vistos desde a quebra do Lehman Brothers, em setembro de 2008.

Em LONDRES, o índice Financial Times fechou em alta de 0,53 por cento, a 5.983 pontos.

Em FRANKFURT, o índice DAX caiu 0,14 por cento, para 7.067 pontos.

Em PARIS, o índice CAC-40 perdeu 0,2 por cento, a 3.919 pontos.

Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,02 por cento, para 20.733 pontos.

Em MADRI, o índice Ibex-35 retrocedeu 0,2 por cento, a 10.183 pontos.

Em LISBOA, o índice PSI20 encerrou em queda de 0,22 por cento, para 7.873 pontos.

(Por Blaise Robinson)

Tudo o que sabemos sobre:
BOLSAEUROPA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.