Bolsa fecha dezembro com alta de 14,84%

A alta de 14,84% do Ibovespa - índice que mede a valorização das ações de empresas mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) -, em dezembro, colocou o investimento em ações como o mais rentável do mês. O segundo lugar ficou com o dólar paralelo, com alta de 4%. No ranking anual, a Bolsa paulista chega ao fim do ano na última posição, com desvalorização de 10,72% no ano. Destaques à parte foram os fundos Petrobrás com recursos do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (Petro-FGTS) e com recursos próprios (Petro-RP). De 17 de agosto, data em que foi criado, até 22 de dezembro, o fundo Petro-FGTS acumula rentabilidade de 38,88% e o Petro-RP, 39,37%. A evolução das cotas nos dois fundos reflete a valorização das ações da Petrobrás e embute também o desconto de 20% sobre o papel no momento da entrada nesses fundos. O resultado vale apenas para quem investir nesses por um ano, até agosto.Veja a classificação anual completa no link abaixo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.