Coluna

Thiago de Aragão: China traça 6 estratégias para pós-covid que afetam EUA e Brasil

Bolsa fecha em alta de 0,21%; dólar recua para R$ 2,1390

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou esta quinta-feira em alta de 0,21%, acompanhando o desempenho das bolsas de Nova York. O índice Dow Jones - que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em 12.163,7 pontos, em alta de 0,24%, um nível recorde pela 13ª vez nos últimos 18 pregões (e com avanços nos quatro pregões desta semana). A Nasdaq - bolsa que negocia ações do setor de tecnologia e Internet - fechou no nível mais alto desde fevereiro de 2001, em 2.379,10 pontos, alta de 0,96%. No mercado de juros, a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) da semana passada foi considerada neutra, mas ainda insuficiente para o mercado embarcar numa aposta majoritária - um corte de 0,50 ponto porcentual ou de 0,25 - na próxima reunião do Comitê. Por isso, as taxas finalizaram praticamente estáveis.Na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), os contratos com taxas pós-fixadas (DI), com vencimento em janeiro de 2008, fecharam em 13,11% ao ano, de 13,14% ao ano ontem. Os contratos com vencimento em janeiro de 2007 ficaram com taxa estável em 13,46% ao ano.O dólar comercial encerrou o dia vendido a R$ 2,1390, em baixa de 0,33%.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2006 | 18h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.