Bolsa fecha em alta de 1,26% e juros recuam

As notícias sobre o comportamento da inflação divulgadas nesta sexta-feira reforçaram as perspectivas de redução da Selic, a taxa básica de juros da economia, na próxima semana. Este fato e o desempenho positivo das bolsas de Nova York estimularam o comportamento em alta da Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa), que fechou com valorização de 1,26%. O volume financeiro nesta sexta-feira foi de R$ 567,695 milhões. No mercado acionário norte-americano, o índice Dow Jones - que mede a valorização das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York ? encerrou o dia em alta de 1,52%. A Nasdaq ? bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet ? registrou alta de 0,62%. No mercado de juros, as taxas recuaram. Os contratos com taxas pós-fixadas e vencimento em janeiro de 2004, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), pagavam taxas de 21,850% ao ano, frente a 22,090% negociados ontem. O dólar comercial fechou no patamar máximo do dia, em R$ 2,8900, com alta de 0,70%.

Agencia Estado,

18 Julho 2003 | 18h51

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.