Bolsa fecha em alta de 2,20%, dólar recua 0,80%

Os mercados tiveram um dia positivo, sem notícias negativas no cenário político e com a divulgação de índices de inflação dentro do esperado por analistas. O dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 2,3460, em baixa de 0,80% em relação aos últimos negócios de ontem. No patamar mínimo do dia, a moeda norte-americana foi vendida a R$ 2,3430. O fluxo positivo de dólares para o mercado interno favoreceu a queda das cotações. No mercado de juros, os contratos de DI futuro com vencimento em outubro, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F) pagam taxas de 18,280% ao ano, frente a 18,330% ao ano negociados ontem. A divulgação de índices de inflação dentro do esperado pelos analistas favoreceu o equilíbrio das taxas negociadas no mercado.O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou o Índice de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15), que foi apurado entre os dias 15 de fevereiro e 15 de março. O resultado ficou em 0,40%, na ponta de cima das expectativas do mercado. Agora à tarde, foi divulgado o Índice Geral dos Preços de Mercado (IGP-M) de março: uma alta de 0,09%. A previsão era de um número entre 0,20% e 0,30%. No mês passado, o IGP-M ficou em 0,06%.A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) foi favorecida pelo bom desempenho das bolsas em Nova York. O Ibovespa - índice que mede a valorização das empresas mais negociadas na Bovespa - fechou em alta de 2,20%, em 13.569 pontos - patamar máximo do dia. O volume de negócios ficou próximo de R$ 500 milhões.As maiores altas do Índice foram as preferenciais (PN, sem direito a voto) da Cia. Transmissão Energia Elétrica Paulista (6,15%), Usiminas PNA (5,45%), Celular CRT Participações (5,43%) e Bradesco Participações PN (5,41%). Já a maior queda foi verificada nas ações ordinárias (ON, com direito a voto) da Light (-7,83%).Mercados internacionaisEm Nova York, o Dow Jones - Índice que mede a variação das ações mais negociadas na Bolsa de Nova York - fechou em alta de 0,70%, e a Nasdaq - bolsa que negocia ações de empresas de alta tecnologia e informática em Nova York - encerrou o dia em alta de 0,64%. Os investidores ficaram animados com o índice de confiança dos consumidores referente a março, que ficou em 110,2, o maior em 25 anos. O índice superou as estimativas mais otimistas dos economistas, que apontavam para um resultado entre 96,0 e 98,0.Na Argentina, o índice Merval da Bolsa de Buenos Aires fechou em alta de 0,23%. Segundo apurou a correspondente Marina Guimarães, o dólar paralelo vendido em casas de câmbio - que não estão regidas pelas normas do Banco Central - fechou cotado a 3,30 pesos na venda (queda entre 9,59% e 17,50% ante o fechamento ontem) e a 3,10 pesos na compra (baixa entre 11,43% e 18,42%). Não deixe de ver no link abaixo as dicas de investimento, com as recomendações das principais instituições financeiras, incluindo indicações de carteira para as suas aplicações, de acordo com o perfil do investidor e prazo da aplicação. Confira ainda a tabela resumo financeiro com os principais dados do mercado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.