Bolsa fecha em queda de 0,96% e juros futuros sobem

A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) teve mais um dia de realização de lucros. Ou seja, investidores que tinham ações com desempenho positivo negociaram seus papéis, a fim de apurar o ganho obtido com o ativo. A Bolsa fechou em queda de 0,96%. O volume de negócios, em R$ 549 milhões, sinaliza que os investidores continuam apostando no mercado de ações, já que o total negociado é considerado baixo em relação à média dos últimos dias.No mercado de juros, os contratos com taxas pós-fixadas (DIs), negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), com vencimento em janeiro de 2004, pagam taxa de 20,250% ao ano, frente ao patamar de 20,200% ao ano negociado na sexta-feira. Nesta semana, o Banco Central divulga a ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em que a Selic, a taxa básica de juros da economia, foi reduzida de 24,5% ao ano para 22% ao ano.No mercado cambial, o dólar comercial encerrou o dia cotado a R$ 2,9950 na ponta de venda dos negócios, em alta de 0,30% em relação às últimas operações de sexta-feira. Na abertura do dia, a moeda norte-americana foi negociada a R$ 2,9810 e oscilou da máxima de R$ 2,9980 ao patamar mínimo de R$ 2,9800. Com o resultado de hoje, o dólar registra alta de 1,01% em agosto e acumula queda de 15,40% no ano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.