Bolsa fecha no nível mais alto desde fevereiro de 2001

O Ibovespa ? índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) ? fechou hoje em alta de 1,16%, em 17.089 pontos. Segundo apurou a editora Aline Cury Zampieri, trata-se do maior patamar em pontos desde 14 de fevereiro de 2001, quando o indicador fechou em 17.120 pontos. O volume de negócios somou R$ 1,141 bilhão.Nos Estados Unidos, as bolsas fecharam em alta. O índice Dow Jones ? que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Nova Iorque ? encerrou o dia em alta de 0,89% e a Nasdaq ? bolsa que negocia papéis do setor de tecnologia e Internet ? fechou o dia com alta de 2,42%. No mercado norte-americano, a boa notícia veio da economia, mais precisamente do mercado de trabalho do país. A taxa de desemprego manteve-se estável em 6,1%, mas a boa nova foi a criação de 57 mil novos empregos, ante a previsão de corte de 25 mil. No Brasil, a Bovespa informou hoje que, em setembro, a participação das pessoas físicas nos negócios atingiu 26,5% do total, a maior desde 1994. O investimento estrangeiro no pregão paulista teve saldo positivo de R$ 795 milhões no mês. E as operações com home broker foram recordes, totalizando R$ 1,220 bilhão (veja mais informações no link abaixo).No mercado de juros futuros, as taxas dos contratos com vencimento em janeiro de 2004, negociados na Bolsa de Mercadorias & Futuros (BM&F), fecharam em 18,520% ao ano, frente a 18,580% ao ano negociado ontem. O dólar comercial recuou 0,17% e fechou cotado a R$ 2,8870 na ponta de venda dos negócios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.