Bolsa lidera aplicações com ganho de 5,00% no mês

Pelo terceiro mês consecutivo, a bolsa liderou do ranking das aplicações financeiras elaborado pela Agência Estado. O Ibovespa - índice que mede a valorização das ações mais negociadas das Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - fechou o mês de dezembro com uma rentabilidade de 5,00%, em função do otimismo, ainda que cauteloso, dos investidores com a economia brasileira. Bem atrás estão as aplicações de renda fixa, já que são esperados cortes nos juros ao longo de 2002 e 2003. Segundo dados da Associação Nacional dos Bancos de Investimento (Anbid), registrados até hoje, os fundos DI, que acompanham as taxas de juros do mercado, registraram um ganho de 1,30%. Em seguida, aparecem os fundos de renda fixa prefixados, que pagam uma taxa já determinada no início do investimento, com um ganho de 1,26%. O ganho dos CBDs de 30 dias para médias quantias foi de 1,13% e a caderneta de poupança fechou o mês rendendo 0,63% Os investidores que optaram por aplicações atreladas ao dólar ou ao ouro tiveram que amargar perdas novamente. Em dezembro, o dólar paralelo e o dólar oficial acumulam quedas de 1,52% e 8,24%, respectivamente. Os fundos cambiais, quem além da correção do dólar, também pagam uma taxa de juros prefixada, registraram uma perda de 7,12%. Já o ouro registrou queda de 2,27% até hoje. O Índice Geral de Preços de Mercado (IGP-M) de dezembro, da Fundação Getúlio Vargas, ficou em 0,22%. Veja no link abaixo o ranking das aplicações no ano.

Agencia Estado,

28 Dezembro 2001 | 19h27

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.