Bolsa lidera ranking de aplicações nos 2 anos do governo Lula

Estudo da Economatica mostra que o mercado de ações foi a melhor opção de investimento nos dois primeiros anos do governo Lula. O Ibovespa - índice que mede o desempenho das ações mais negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) - acumula uma rentabilidade de 132,5% no período. Isoladamente o Ibovespa também foi a melhor opção para o investidor nos anos de 2003 (97,34%) e em 2004 (17,81%).Já o dólar foi a pior opção para investimento nos dois primeiros anos do governo Lula. A queda no período foi de 24,9%. Desde 1968, o dólar registrou queda nominal - sem levar em conta o efeito da inflação - apenas em duas ocasiões: em 2003 (queda de 18,23) e no ano de 2004 (queda de 8,13%). O Certificado de Depósito Interbancário (CDI) - referência para a taxa de juros - acumula uma rentabilidade de 43,2% no mesmo período porém, descontada a variação do Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) no período (22,2%), a rentabilidade do CDI fica com 17,2% de ganho real. No período analisado o CDI conseguir ficar à frente da poupança, euro, ouro e dólar - opções de aplicação que apresentaram resultado abaixo da inflação.Veja abaixo o ranking dos investimentos nos dois primeiros anos do governo Lula:Rendimento real das aplicações (variação nominal descontada a inflação medida pelo IGP-M)  Ibovespa 90,3  CDI Over (juros) 17,2  Poupanca -1,6  Euro Real -20,3  Ouro -21,1  Dólar -38,5 

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.