Bolsa na Argentina despenca 6,84% e dólar sobe

O índice Merval, da Bolsa de Buenos Aires, despencou 6,84%, com os investidores se desfazendo de suas posições antes da publicação do decreto regulamentando medidas de controle sobre o chamado "hot money" (capital especulativo). O volume foi forte, somando 77,53 milhões de pesos. As preocupações sobre as medidas de controle de capital afetaram todos os setores representados no mercado de ações. Das 66 companhias listadas na Bolsa, 60 caíram, duas ficaram estáveis e apenas duas registraram alta.A liqüidação no mercado de ações começou imediatamente depois de o governo ter anunciado, ontem à noite, que irá impor um prazo mínimo de 180 dias de permanência sobre o investimento estrangeiro que ingressar no país. No mercado cambial argentino, o dólar subiu dois centavos em ambas pontas, e fechou a 2,81 pesos (venda) e 2,77 pesos (compra), também influenciado pelas medidas de controle de capital especulativo. O decreto com os detalhes do mecanismo ainda não foi publicado. As informações são da Dow Jones.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.