Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Bolsa oscila com cautela no cenário externo; ações da Embraer disparam

Investidores estrangeiros aguardam decisão monetária do banco central dos Estados Unidos na quarta-feira, 19; após reavaliação no valor do acordo com a Boeing, ações da Embraer têm forte avanço

Maria Regina Silva, O Estado de S.Paulo

17 de dezembro de 2018 | 11h07

Os investidores aguardam cautelosos o evento mais importante da semana, que é a decisão monetária do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), na próxima quarta-feira, 17. A expectativa é que o Fed suba os juros pela quarta vez este ano. Com isso, o tom é de cautela e volatilidade no cenário local. O principal índice acionário brasileiro iniciou o dia em leve alta, mas virou para o negativo, há pouco. O destaque do pregão são as ações da Embraer, que, após o anúncio do acordo com a Boeing realizado na manhã desta segunda-feira, operam em forte alta. Já o dólar tem valorização frente ao real e é negociado próximo dos R$ 3,92.

Na máxima, o Ibovespa chegou a atingir 87.819,90 pontos, em valorização de 0,42%. Contudo, às 10h37, cedia 0,06%, aos 87.394,42 pontos. As ações da Embraer chegaram a se valorizar 7,43%, mas reduziram os ganhos e tinham alta de 4,82%, às 10h50. No mesmo horário, o dólar avançava 0,39% ante o real, cotado a R$ 3,9218.

No noticiário interno, há pouco, foram feitas afirmações sobre o setor produtivo brasileiro. O futuro secretário de Produtividade e Competitividade do Ministério da Economia, Carlos da Costa, disse que o Brasil poderá crescer 5% ao ano com aumento da produtividade. De acordo com Costa, o ajuste fiscal, juntamente com um governo menor e mais eficiente, são condições necessárias para o crescimento do País, mas isso não é suficiente para ir além de uma recuperação cíclica.

Já o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson de Andrade, afirmou que a indústria será "parceira" do novo governo sempre que o objetivo for destravar a economia. Além disso, o secretário do Tesouro Nacional, Mansueto Almeida, afirmou que o setor industrial é importante para o desenvolvimento de qualquer país.

Tudo o que sabemos sobre:
EmbraerBoeingdólarbolsa de valores

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.